Envie esta página a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o teu nome:
o teu e-mail:
nome do seu amigo:
e-mail do seu amigo:
o teu comentário:
close

Indústria

autoviva2014-12-03 10:07:33

Vendas de automóveis crescem 33,7% em novembro

No total do ano o mercado português recuperou 37,3% em relação a 2013

Ao fim dos primeiros onze meses do ano foram comercializados em Portugal 156.351 veículos

O mercado automóvel mantém a linha de recuperação que se tem vindo a verificar em 2014. No mês de novembro as vendas de veículos ligeiros e pesados cresceu 33,7 por cento em relação ao período hómologo de 2013. Ainda assim verificou-se uma desaceleração da recuperação.

No mês de novembro foram vendidos um total de 14.674 veículos automóveis e ao fim dos primeiros onze meses do ano foram comercializados em Portugal 156.351 veículos, o que representou uma variação homóloga positiva de 37,3 por cento.

Pelo facto da recuperação do mercado automóvel se ter iniciado na segunda metade de 2013 já se consegue vislumbrar uma desaceleração do crescimento do mercado relativamente ao verificado nos primeiros meses do ano.

Apesar dos números positivos de 2014, o mercado continua a manter-se abaixo dos níveis registados em anos anteriores a 2011 e o volume de vendas verificado no mês de novembro continua a situar-se abaixo da média dos últimos quinze anos.

No mercado de veículos ligeiros (ligeiros de passageiros mais comerciais ligeiros), registou-se em novembro um crescimento de 32,6 por cento relativamente a igual mês do ano anterior, com um total de 14.230 veículos vendidos. Até ao final de novembro o mercado fixou-se nas 153.412 unidades, o que corresponde a um crescimento homólogo de 37,2 por cento.

No que toca ao mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, no mês de novembro registou-se um acréscimo de vendas de 79,0 por cento em relação ao mês homólogo de 2013, com um total de 444 veículos comercializados.

Nos primeiros onze meses de 2014 foram vendidas 2.939 unidades, o que representou um acréscimo do mercado de 44,4 por cento relativamente ao período homólogo de 2013.

2 comments

MRodrigo
Um sinal da retoma de economia que, esperamos nós, venha a recuperar nos próximos tempos. É uma pena a carga fiscal que é imputada pelo governo às transacções de automóveis, pois fazem retrair...
mais
03.12.2014 @ 12:53
ZePikeno
Se os impostos fossem mais baixo ainda se comprava mais!
03.12.2014 @ 14:43
Anonymous

Contribuir

publica as tuas notícias e novidades
Contribuir
IndústriaTop 10ReviewsCultura AutomóvelSalão Automóvel de GenebraCarros ElétricosCarros HíbridosDicas de Condução
fechar