Faz deste make teu fã

Esta funcionalidade exige que estejas registado no autoviva

Podes fazer o login da tua conta ou criar uma nova conta.
close
Alfa Romeo

Alfa Romeo

Itália Itália (1910 - presente)
close
Esta funcionalidade exige que estejas registado no autoviva

Podes fazer o login da tua conta ou criar uma nova conta.
close
Esta funcionalidade exige que estejas registado no autoviva

Podes fazer o login da tua conta ou criar uma nova conta.
adicionar secção
Esta funcionalidade exige que estejas registado no autoviva

Podes fazer o login da tua conta ou criar uma nova conta.
História

A Alfa Romeo foi fundada em 1910, mas tem as suas origens no ano de 1906 quando o aristocrata italiano Cavaliere Ugo Stella e o construtor de automóveis francês Alexandre Darracq uniram esforços para criar uma fábrica de automóveis em Nápoles, a Darracq Italiana. Ainda em 1906 a Darraq mudaria as suas instalações para Milão.

Pouco tempo depois do arranque da produção da fábrica, a parceria entre Stella e DarracqDarracqDarracqFrança, 1895 > 19199 modelos
1 photo
chegaria ao fim. A linha de produção mudou-se para Portello, nos subúrbios de Milão, onde seria criada em 1910 a fábrica ALFAAlfaAlfaItália, 1910 > 19217 modelos
10 fotografias
, cujas iniciais significavam “Anonima Lombada Fabbrica Automobili”. Nesse mesmo ano, o primeiro carro Alfa foi finalmente lançado, o 24 HP24 HP AAlfa 24 HP AItália, 1910 > presente4 fotografias
, criado poelo designer sénior Giuseppe Merosi.

Alfa 12 HP, 1910

Alfa 12 HP, 1910

© imagem cedida por: Alfa

A Alfa não demorou muito a iniciar-se nas competições de corrida, como o Targa Florio de 1911. No entanto, a eclosão da Primeira Guerra Mundial obrigou a fábrica a paralisar a produção de automóveis durante três anos. Então, em 1916, Nicola Romeo assumiu a direção da empresa e adaptou-a à produção militar, construindo elementos como motores de aviões, peças de artilharia e outros, a fim de servir a Itália e os Aliados na guerra.

Romeo permaneceu na direção da Alfa mesmo após a Guerra terminar e a retoma da produção automóvel deu-se em 1919.

No ano seguinte, em 1920, a empresa adotou finalmente o nome atual "Alfa Romeo". O Torpedo 20/30 HP20-30 HP EAlfa Romeo 20-30 HP EItália, 1920 > 19212 fotografias
seria o primeiro automóvel a ser vendido sob o nome Alfa Romeo. Ao longo dos anos seguintes, a empresa seria responsável pela construção de carros de estrada de boa qualidade e carros de corrida de sucesso. No entanto, a empresa acabou por declarar falência em 1928 e seria apenas em 1933 que o governo italiano assumiria a Alfa Romeo e reabriria as portas, e assim a empresa tornou-se num símbolo Nacionalista para a Itália de Mussolini.

No decorrer da Segunda Guerra Mundial a fábrica da Alfa Romeo foi bastante bombardeada e mal conseguiu reiniciar a produção de automóveis e os lucros no final do conflito. Por conseguinte, a marca deixou de se definir como uma produtora de automóveis de luxo, mas antes como uma produtora em massa de veículos populares. A Alfa Romeo tornou-se famosa, na década de 60, pelos seus carros pequenos e modelos desenvolvidos propositadamente para a polícia italiana.

Em 1986, depois de algumas dificuldades financeiras, o governo italiano decidiu vender a marca a outra empresa automóvel italiana, a FiatFiatFiatItália, 1899 > presente158 modelos
4865 fotografias
35 vídeos
e, assim, a Alfa Romeo voltava a ser uma empresa privada. Depois de ter sido adquirida pela Fiat, os carros da Alfa Romeo já não se distinguiam entre as outras marcas pelos os seus sistemas tradicionais de engenharia (motores montados longitudinalmente, tração traseira), uma vez que a política da Fiat de reduzir custos obrigou a empresa milanesa a adotar o seu chassis uniformizado e processos de engenharia.



Voltar ao topotop
Logótipo

Alfa Romeo logótipo, 1910

Alfa Romeo logótipo, 1910

© imagem cedida por: Alfa Romeo

Quando a ALFA foi fundada em 1910, o designer Romano Cattaneo foi incumbido de criar um logótipo para a fábrica de automóveis milanesa. Inspirado pelo brasão da antiga família Visconti, que incluía uma serpente sobre um fundo azul, e pelo emblema da cidade de Milão, uma cruz vermelha, num fundo branco, Cattaneo concebeu o logótipo que integra os elementos rodeados por um anel azul escuro. No anel foram gravadas as palavras "ALFA" e "Milano", separados por dois nós da dinastia Savoy, que se ligam às antigas tradições do reino italiano. O emblema permaneceria na sua forma original até cerca de 1918. Depois de Nicola Romeo ter adquirido a fábrica ALFA e decidido atualizar o nome para "Alfa-Romeo", o logótipo da marca também teve de ser redesenhado.

 

Alfa Romeo logótipo desde 1982

Alfa Romeo logótipo desde 1982

© imagem cedida por: Alfa Romeo



A palavra "Romeo" foi, consequentemente, adicionada à inscrição do emblema "ALFA", resultando em "Alfa Romeo", os restantes elementos foram mantidos. Em 1946 os nós Savoy foram retirados e foram substituidos por duas linhas ligeiramente curvas.

No início da década de 1970, quando a nova fábrica da Alfa Romeo foi criada em Nápoles, a palavra "MILANO" da metade inferior do círculo, bem como o hífen entre "Alfa" e "Romeo", foram igualmente retirados do logótipo que assim permaneceu até aos dias de hoje.



Voltar ao topotop
Automobilismo

A marca Alfa Romeo tem vindo a competir em diversos eventos automobilísticos desde os seus primeiros anos de existência, tanto como fornecedor de motores como construtor. Foram alcançados grandes sucessos em eventos de corrida de prestígio, nomeadamente no Le Mans, Mille Miglia e Targa Florio, entre muitos outros. A Alfa Romeo também competiu com sucesso na Fórmula 1, várias corridas de carros de turismo e desportivos, ralis e competições de protótipos.

Pouco depois da sua inauguração, a marca automóvel ALFA começou a competir na temporada de 1911 da Targa Florio, com os pilotos Nino Franchini e Ronzoni ao volante de dois 24 HP. Dois anos depois a ALFA construiu o seu primeiro carro de corrida, o 40-60 HP40-60 HPAlfa 40-60 HPItália, 1913 > presente2 fotografias
, que Franchini pilotou no Parma-Poggio Berceto, terminando em segundo lugar. O mesmo carro alcançou o primeiro lugar na corrida Mugello em 1920 e 1921, graças ao piloto Giuseppe Campari. De seguida, um modelo RL, pilotado por Ugo Sivocci, venceu o Targa Florio em 1923.

Alfa Romeo 40-60 HP, Targa Florio 1920: Giuseppe Campari, Enzo Ferrari, Giulio Ramponi

Alfa Romeo 40-60 HP, Targa Florio 1920: Giuseppe Campari, Enzo Ferrari, Giulio Ramponi

© imagem cedida por: Alfa

A Alfa Romeo também ficou em primeiro lugar no primeiro Campeonato Mundial de Automobilismo, que decorreu em 1925. Naquele ano o Alfa Romeo P2P2Alfa Romeo P2Itália, 1924 > presente3 fotografias
também ganhou o Grande Prémio da Itália em Monza e o Grande Prémio da Europa em Spa. O modelo P3Tipo B P3Alfa Romeo Tipo B P3Itália, 1932 > 19365 fotografias
foi construído em 1932 por Vittorio Jano e Tazio Nuvolari venceu o Grande Prémio da Itália. O P3 terminou em primeiro lugar noutras cinco corridas de Grande Prémio naquele ano. No ano seguinte, o piloto Louis Chiron reivindicou a vitória para a Alfa Romeo no Grande Prémio da França, enquanto que Tazio Nuvolari fez o mesmo no GP da Alemanha em Nürburgring, ambos com um Alfa Romeo P3.

A década de 1930 foi gloriosa para a marca de automóveis italiana. A equipa Alfa Romeo venceu todas as corridas Mille Miglia de 1928 a 1938, exceto na temporada de 1931. O modelo 8C 2900B Corto Spyder8C 2900 B MM Touring SpiderAlfa Romeo 8C 2900 B MM T...Itália, 1938 > presente4 fotografias
no qual o piloto Biondetti venceu a Mille Miglia de 1938 tornou-se posteriormente conhecido como "o modelo Mille Miglia".

Também na década de 1930, a marca venceu seis corridas Targa Florio consecutivas. Também venceu todas as competições de 24 Horas de Le Mans entre 1931 e 1934 com o modelo 8C 23008C 2300 Le MansAlfa Romeo 8C 2300 Le MansItália, 1931 > presente4 fotografias
. Nuvolari reivindicou a vitória para a marca no GP da Alemanha em 1935.

Entre 1950 e 1988, a Alfa Romeo esteve envolvida na Fórmula Um, tanto como construtora como fornecedora de motores, vencendo as duas primeiras temporadas do campeonato do mundo nesta competição com o modelo AlfettaAlfettaAlfa Romeo AlfettaItália, 1972 > 198718 versões
18 fotografias
. Apesar do sucesso, a marca deixou a competição quando a temporada de 1951 terminou.

Alguns carros da Alfa Romeo também competiram em ralis, onde alcançaram um sucesso moderado. A maioria deles foram pilotados por equipas privadas. O GiuliettaGiulietta (nuova)Alfa Romeo Giulietta (nuova)Itália, 1977 > 198512 versões
4 fotografias
ficou em primeiro lugar no Rali da Finlândia em 1958.

A Alfa Romeo estabelece o seu departamento de competição, Autodelta, em 1963 e começa a competir no Campeonato Mundial de Carros Desportivos em 1967, sagrando-se campeão em 1975 e 1977. A competição foi abandonada no final de 1977. Paralelamente, a marca ganhou várias outras séries de carros de turismo durante esse período de tempo. Venceram todas as edições do European Touring Car Championship de 1966 a 1968 com o Alfa Romeo GTAGTA 1300 JuniorAlfa Romeo GTA 1300 JuniorItália, 1968 > presente3 fotografias
, e também as temporadas de 1970 e 1971 com o modelo GTAm. A Alfa Romeo voltou a ganhar o título durante quatro anos consecutivos, de 1982 a 1985. Também se posicionaram em primeiro lugar nas temporadas de 1983 e 1994 do British Touring Car Championship.

Apesar de estar envolvida na Fórmula 1 como construtora, até 1985, a Alfa Romeo foi também fornecedora de motores para carros de Fórmula 3, permitindo-lhes alcançar cinco vitórias consecutivas, de 1980 a 1984. Muitos títulos e taças europeias, assim como os títulos do campeonato nacional permitiram à Alfa Romeo continuar com um grande nível de sucesso.

A marca de carros italiana também foi responsável pelo fornecimento de motores para os carros da IndyCar World Series, durante o perido de 1989 e 1991.

O Alfa Romeo 156156Alfa Romeo 156Itália, 1997 > 2007100 versões
119 fotografias
voltou a trazer alguns dos sucesso da marca no European Touring Car Championship ao vencer a corrida em quatro anos consecutivos, de 2000 a 2003.



Voltar ao topotop
fechar